Geral

Sindicato dos Jornalistas exige retratação do governo sobre ‘detenção’ de jornalistas da revista Veja

14 de Fevereiro de 2020 às 16h24 - Por: Redação PNotícias (@portalpnoticias) Foto: Divulgação
[Sindicato dos Jornalistas exige retratação do governo sobre ‘detenção’ de jornalistas da revista Veja]

Repórteres abordados pela Polícia Militar investigavam morte de miliciano na Bahia

Após a Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA) esclarecer a detenção dos jornalistas da revista Veja nesta quinta (14), o Sindicato dos Jornalistas da Bahia (Sinjorba) emitiu uma nota repudiando a situação vivida pelos profissionais da área. No texto, o Sinjorba exige retratação por parte do Estado explicando que “os dois jornalistas da revista Veja, Hugo Marques e Cristiano Mariz, estavam em pleno e livre exercício profissional” quando foram abordados pelos policiais militares.

A nota reforma que a liberdade no trabalho da imprensa é garantida pela Constituição Brasileira e afirma que “o ocorrido com os dois jornalistas da Veja só ajuda a alimentar as suspeitas de que há mais a se informar do que foi até agora revelado”.

Leia a nota emitida pelo Sindicato dos Jornalistas da Bahia:
“O Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado da Bahia (Sinjorba) manifesta veemente repúdio pela prisão, nesta sexta (14), de dois jornalistas que apuravam as circunstâncias da morte do ex-capitão Adriano da Nóbrega, acusado de ser chefe da Milícia Escritório do Crime, após ‘confronto’ com a Polícia Militar da Bahia, em Esplanada (BA), domingo passado. 
Os dois jornalistas da revista Veja, Hugo Marques e Cristiano Mariz, estavam em pleno e livre exercício profissional e se identificaram quando abordados pela viatura da PM-BA. Mesmo assim, foram conduzidos a uma delegacia e tiveram o gravador de trabalho inspecionado, antes de sua devolução, em claro sinal de intimidação a consecução de suas tarefas.  
A Constituição do Brasil garante a liberdade no trabalho da imprensa, preceito magno que vem sendo atropelado pelas autoridades de Segurança Pública. Vivemos um quadro de clara intimidação a quem tenta cumprir o papel social do jornalismo: informar os fatos, de forma transparente e responsável, aos cidadãos brasileiros. 
Uma morte cujas circunstâncias e motivações são cercadas de dúvidas impõe que o trabalho da imprensa seja livre de sanções, para um melhor acompanhamento das investigações e divulgação dos fatos. O ocorrido com os dois jornalistas da Veja só ajuda a alimentar as suspeitas de que há mais a se informar do que foi até agora revelado.  
O Sinjorba exige do Governo do Estado uma retratação e, sobretudo, uma mudança de postura dos agentes policiais para que cessem os abusos contra o trabalho da imprensa na Bahia.”

Comentários

Outras Notícias

[Magazine Luiza abre inscrições para programa de trainee que aceitará apenas candidatos negros]
Geral

Magazine Luiza abre inscrições para programa de trainee que aceitará apenas candidatos negros

19 de Setembro de 2020

Candidatos formados em qualquer curso e de qualquer cidade brasileira podem se inscrever; veja condições

[Mega-Sena sorteia prêmio acumulado de R$ 36 milhões neste sábado (19)]
Geral

Mega-Sena sorteia prêmio acumulado de R$ 36 milhões neste sábado (19)

19 de Setembro de 2020

Apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília)

[Artistas circenses fazem campanha para arrecadação de alimentos em Salvador; veja como ajudar]
Geral

Artistas circenses fazem campanha para arrecadação de alimentos em Salvador; veja como ajudar

17 de Setembro de 2020

Companhia está em Salvador há cerca de 6 meses devido à pandemia da Covid-19

[Indícios de vida extraterrestre são detectados em moléculas encontradas em Vênus]
Geral

Indícios de vida extraterrestre são detectados em moléculas encontradas em Vênus

14 de Setembro de 2020

Pesquisadores tentam descobrir processo de produção de gás no planeta

[Agências do INSS retomam atendimento presencial a partir desta segunda ]
Geral

Agências do INSS retomam atendimento presencial a partir desta segunda

14 de Setembro de 2020

Segurados devem agendar atendimento pela internet ou telefone

[Mega-Sena acumula e próximo sorteio pode pagar R$ 9 milhões]
Geral

Mega-Sena acumula e próximo sorteio pode pagar R$ 9 milhões

13 de Setembro de 2020

Números sorteados foram: 13 - 17 - 21 - 31 - 41 - 49

Galeria

[Prefeitura inaugura sexto elevado do BRT]

Prefeitura inaugura sexto elevado do BRT

02 de Setembro de 2020

Ver todas as galerias

Vídeos

[Vídeo: confira saída de Iuri Sheik da cadeia]

Vídeo: confira saída de Iuri Sheik da cadeia

14 de Setembro de 2020

Ver todos os vídeos