Justiça

STF revoga trecho da MP que fragilizava Lei de Acesso à Informação

26 de Março de 2020 às 15h34 - Por: Redação PNotícias (@portalpnoticias Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
[STF revoga trecho da MP que fragilizava Lei de Acesso à Informação]

Item previa a suspensão de prazos de resposta, a necessidade de reiterar pedidos após o estado de calamidade, e a ‘recusa do direito ao recurso’

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, acolheu pedido da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e deferiu medida cautelar nesta quinta-feira (26), suspendendo o trecho mais polêmico da MP (Medida Provisória) 928/2020, do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que impôs restrições à Lei de Acesso à Informação em meio à pandemia da coronavírus. O item previa a suspensão de prazos de resposta, a necessidade de reiterar pedidos após o estado de calamidade, e a ‘recusa do direito ao recurso’.

“O art. 6º-B da Lei 13.979/2020, incluído pelo art. 1º da Medida Provisória 928/2020, não estabelece situações excepcionais e concretas impeditivas de acesso a informação, pelo contrário, transforma a regra constitucional de publicidade e transparência em exceção, invertendo a finalidade da proteção constitucional ao livre acesso de informações a toda Sociedade”.

Segundo o jornal O Estadão, a OAB alegou ao Supremo  que a Medida Provisória cercearia os direitos constitucionais à informação, à transparência e à publicidade por ‘suspender os prazos de resposta a pedidos de acesso à informação, violar o devido processo legal ao impedir o conhecimento de recursos interpostos contra esta negativa de resposta, impor ônus excessivo ao cidadão ao exigir a reiteração do pedido quando findo o estado de calamidade pública’.

Comentários

Outras Notícias

[Após 3 meses foragida, mulher de Queiroz se apresenta para cumprir prisão domiciliar]
Justiça

Após 3 meses foragida, mulher de Queiroz se apresenta para cumprir prisão domiciliar

11 de Julho de 2020

Ex-assessor de Flávio Bolsonaro deixou presídio na noite desta sexta-feira (10)

[Justiça indefere recurso de Ronaldinho e brasileiro segue em prisão domiciliar no Paraguai]
Justiça

Justiça indefere recurso de Ronaldinho e brasileiro segue em prisão domiciliar no Paraguai

11 de Julho de 2020

Jogador foi detido após tentar entrar no país utilizando documentos falsos

[Queiroz deixa presídio no Rio de Janeiro]
Justiça

Queiroz deixa presídio no Rio de Janeiro

11 de Julho de 2020

Administração Penitenciária aguarda presença de esposa do ex-assessor

[Justiça de SP determina que Uber pague férias anuais e 13° salário a motorista]
Justiça

Justiça de SP determina que Uber pague férias anuais e 13° salário a motorista

10 de Julho de 2020

Motorista solicita o valor de R$ 61.838,82 em direitos não pagos pela Uber

[TCM alerta sobre falta de transparência com gastos no combate à Covid-19]
Justiça

TCM alerta sobre falta de transparência com gastos no combate à Covid-19

10 de Julho de 2020

Apenas 4% do total de prefeituras têm cumprido plenamente o dever de informar sobre gastos contra pandemia

[Tribunal de Justiça da Bahia indefere novo pedido do MP contra a Coelba ]
Justiça

Tribunal de Justiça da Bahia indefere novo pedido do MP contra a Coelba

10 de Julho de 2020

Decisão foi proferida pelo TJBA

Galeria

[Barragem se rompe e inunda ruas da cidade de Coronel João Sá]

Barragem se rompe e inunda ruas da cidade de Coronel João Sá

11 de Julho de 2019

Ver todas as galerias

Vídeos

[Prefeito de Itabuna afirma que reabertura do comércio vai acontecer “morra quem morrer”]

Prefeito de Itabuna afirma que reabertura do comércio vai acontecer “morra quem morrer”

03 de Julho de 2020

Ver todos os vídeos