Justiça

Ministro da Justiça pede ao STF suspensão de oitiva de Weintraub

28 de Maio de 2020 às 11h50 - Por: Agência Brasil Foto: José Cruz | Agência Brasil
[Ministro da Justiça pede ao STF suspensão de oitiva de Weintraub]

"Medida visa garantir liberdade de expressão dos cidadãos", disse

O ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça (foto), informou ter ingressado na noite ontem (27) com um habeas corpus no Supremo Tribunal Federal (STF) com o objetivo de “garantir liberdade de expressão” do ministro da Educação, Abraham Weintraub.

“A medida visa garantir liberdade de expressão dos cidadãos. De modo mais específico do Min @AbrahamWeint e demais pessoas submetidas ao Inquérito. Tbm visa preservar a independência, harmonia e respeito entre os poderes”, escreveu Mendonça em sua conta no Twitter durante a madrugada.

No post, Mendonça referiu-se ao chamado inquérito das fake news. Na última terça-feira (26), o relator da investigação, ministro Alexandre de Moraes, deu um prazo de cinco dias para Weintraub prestar esclarecimentos à Polícia Federal (PF) sobre declarações feitas durante reunião ministerial realizada no dia 22 de abril. 

Durante a reunião, Weintraub declarou: “eu, por mim, botava esses vagabundos todos na cadeia. Começando no STF”. Após a divulgação do vídeo, o ministro da Educação publicou no Twitter que suas falas durante a reunião foram deturpadas.

Para Alexandre de Moraes, a declaração atingiu a honra dos ministros do STF. “A manifestação do ministro da Educação revela-se gravíssima, pois, não só atinge a honorabilidade e constituiu ameaça ilegal à segurança dos ministros do Supremo Tribunal Federal, como também reveste-se de claro intuito de lesar a independência do Poder Judiciário e a manutenção do Estado de Direito”. 

A medida foi tomada por Moraes após a divulgação do vídeo da reunião ministerial, que é objeto do inquérito no qual se apura a suposta interferência política do presidente Jair Bolsonaro na Polícia Federal (PF) e o crime de denunciação caluniosa por parte do ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro. O relator deste caso é o ministro Celso de Mello.

Mendonça abriu o habeas corpus no mesmo dia em que a Polícia Federal cumpriu 29 mandados de busca e apreensão autorizados por Moraes no âmbito do inquérito das fake news, tendo como alvo assessores parlamentares, empresários e ativistas bolsonaristas.

Confira:

Comentários

Outras Notícias

[Vídeo: Geddel Vieira Lima deixa presídio para cumprir prisão domiciliar]
Justiça

Vídeo: Geddel Vieira Lima deixa presídio para cumprir prisão domiciliar

15 de Julho de 2020

Segundo STF, defesa atestou que ex-ministro testou positivo para Covid-19

[Justiça de São Paulo decreta falência da Avianca]
Justiça

Justiça de São Paulo decreta falência da Avianca

15 de Julho de 2020

Empresa acumula dívidas de mais de R$ 2,7 bilhões

[TSE veta identificação biométrica no dia da votação para evitar aglomeração ]
Justiça

TSE veta identificação biométrica no dia da votação para evitar aglomeração

15 de Julho de 2020

Veto também evita fila durante as eleições

[A pedido de Fachin, Justiça baiana deve se manifestar em até 48 horas sobre estado de saúde de Geddel]
Justiça

A pedido de Fachin, Justiça baiana deve se manifestar em até 48 horas sobre estado de saúde de Geddel

14 de Julho de 2020

Ministro do STF quer posicionamento da Vara de Execuções Penais de Salvador

[Após 3 meses foragida, mulher de Queiroz se apresenta para cumprir prisão domiciliar]
Justiça

Após 3 meses foragida, mulher de Queiroz se apresenta para cumprir prisão domiciliar

11 de Julho de 2020

Ex-assessor de Flávio Bolsonaro deixou presídio na noite desta sexta-feira (10)

[Justiça indefere recurso de Ronaldinho e brasileiro segue em prisão domiciliar no Paraguai]
Justiça

Justiça indefere recurso de Ronaldinho e brasileiro segue em prisão domiciliar no Paraguai

11 de Julho de 2020

Jogador foi detido após tentar entrar no país utilizando documentos falsos

Galeria

[Barragem se rompe e inunda ruas da cidade de Coronel João Sá]

Barragem se rompe e inunda ruas da cidade de Coronel João Sá

11 de Julho de 2019

Ver todas as galerias

Vídeos

[Prefeito de Itabuna afirma que reabertura do comércio vai acontecer “morra quem morrer”]

Prefeito de Itabuna afirma que reabertura do comércio vai acontecer “morra quem morrer”

03 de Julho de 2020

Ver todos os vídeos