Mundo

“Ele sacou uma faca e cortou meu nariz” relata mulher que foi vítima de violência doméstica no Afeganistão

07 de Agosto de 2020 às 11h09 - Por: Redação PNotícias Foto: Reprodução // BBC News Brasil
[“Ele sacou uma faca e cortou meu nariz” relata mulher que foi vítima de violência doméstica no Afeganistão]

Vítima teve cirurgia gratuita após postar sobre agressão nas redes sociais

Após dois meses de ser agredida e ter seu nariz cortado pelo seu marido, a afegã Zarka, de 28 anos, já tem alguns motivos para comemorar. A afegã recebeu uma cirurgia gratuita do médico Zalmi Khan Ahmadzai após ele descobrir do caso dela através das redes sociais. Zarka, neste momento, já pôde ver seu novo nariz, mesmo que ainda esteja com alguns pontos e coágulos de sangue. 

Zarka, que vivia em um relacionamento abusivo desde os 18 anos, quando casou, – um casamento arranjado por seu tio quando ela ainda era criança –, contou ao portal BBC Brasil que, mesmo seu marido sendo violento desde o início da relação, jamais pensou que a situação chegaria nesse ponto.

Zarka conta também que já tentou fugir algumas vezes, mas acabava voltando, pois seu marido garantia a sua família que ela ficaria segura. Alguns vizinhos também já ajudaram Zarka em alguns momentos por causa dessa relação. 

Falando sobre o dia da agressão, ela relembra: “Ele me segurou agarrando minhas roupas, dizendo: 'Para onde você está fugindo?”. “Havia um pequeno jardim, e ele sacou uma faca e cortou meu nariz”, conta.

O marido de Zarka foi preso e sua história foi parar nas redes sociais, chamando atenção do médico Zalmai Khan Ahmadzai, um dos poucos cirurgiões no Afeganistão especializados em reconstrução facial, que ofereceu a afegã uma cirurgia gratuita para resolver o seu problema.

"A operação dela correu muito bem. Não houve infecção - um pouco de inflamação, mas isso não foi um problema", explica Zalmai.

Zarka aprovou o resultado: “Quando me vi hoje no espelho, o nariz se recuperou muito”.

Zalmai afirma que normalmente teria cobrado cerca de US$ 2 mil (R$ 10 mil) pelo procedimento. Além disso, forneceu cerca de US$ 500 (R$ 2.645) em medicamentos necessários para a recuperação dela.

Contudo, Zarka, que não sabe nem ler e nem escrever, ainda não tem dinheiro para as outras cirurgias que ela ainda pode precisar e para um implante de silicone para que seu nariz possa voltar como era antes. Mas, a maior preocupação da afegã é o seu filho que tem seis meses e  que, neste momento, está com a família do seu marido. “Sinto muito a falta dele, sempre que como alguma coisa, ele vem à minha mente”, ela diz.

Seu pai e tio temem pela vida de Zarka em relação à guarda do menino. Os familiares temem que o agressor vá atrás de Zarka em busca da criança. Eles aconselham Zarka a não lutar pela guarda. 

 “Eles estão dizendo para deixar o menino", diz Zarka. "Mas eu não posso fazer isso”, conclui.

Comentários

Outras Notícias

[Bactéria contamina milhares de pessoas após vazamento em laboratório na China]
Mundo

Bactéria contamina milhares de pessoas após vazamento em laboratório na China

18 de Setembro de 2020

Acidente aconteceu em 2019, mas só foi divulgado pelas autoridades na terça (8)

[Restrição de entrada para brasileiros nos EUA é suspensa]
Mundo

Restrição de entrada para brasileiros nos EUA é suspensa

12 de Setembro de 2020

Antes, passageiros precisavam comprovar a necessidade da viagem e passar por testagem para a detecção do novo coronavírus

[Homem negro é baleado sete vezes nas costas pela polícia nos EUA; cidade decreta toque de recolher]
Mundo

Homem negro é baleado sete vezes nas costas pela polícia nos EUA; cidade decreta toque de recolher

24 de Agosto de 2020

Segundo governador de Wisconsin, a vítima, Jacob Blake, estava desarmada

[Festa clandestina acaba com 13 mortos por asfixia e esmagamento após ação policial no Peru]
Mundo

Festa clandestina acaba com 13 mortos por asfixia e esmagamento após ação policial no Peru

23 de Agosto de 2020

Boate funcionava mesmo com as restrições impostas por causa da pandemia

[Papa Francisco pede que fiéis deixem de usar a religião para “aterrorizar as pessoas”]
Mundo

Papa Francisco pede que fiéis deixem de usar a religião para “aterrorizar as pessoas”

22 de Agosto de 2020

"Deus não precisa ser defendido por ninguém e não quer ser usado para aterrorizar as pessoas", disse Papa Francisco

[Senadora Kamala Harris é escolhida vice de Biden nas eleições dos EUA]
Mundo

Senadora Kamala Harris é escolhida vice de Biden nas eleições dos EUA

12 de Agosto de 2020

Biden anunciou o nome em sua conta no Twitter

Galeria

[Prefeitura inaugura sexto elevado do BRT]

Prefeitura inaugura sexto elevado do BRT

02 de Setembro de 2020

Ver todas as galerias

Vídeos

[Vídeo: acusado de assassinar William Oliveira, Iuri Sheik explica afirmação de que não estaria arrependido e manda recado para jovens]

Vídeo: acusado de assassinar William Oliveira, Iuri Sheik explica afirmação de que não estari...

21 de Setembro de 2020

Ver todos os vídeos