Política

Bolsonaro convoca reunião para decidir futuro de secretário de Comunicação no governo

15 de Janeiro de 2020 às 21h18 - Por: Redação PNotícias Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil
[Bolsonaro convoca reunião para decidir futuro de secretário de Comunicação no governo]

Interlocutores avaliam que situação de Fábio Wajngarten é difícil

O cargo de secretário especial da Comunicação Social (Secom) da empresa do presidente Jair Bolsonaro, a FW Comunicação e Marketing, pode estar disponível. Porque o presidente convocou uma reunião nesta quarta-feira (15), com o intuito de discutir o afastamento do atual secretário Fábio Wajngarten. Interlocutores do governo avaliam que situação do secretário é considerada difícil. 

De acordo com o Globo, o ministro da Controladoria-Geral da União (CGU), Wagner Rosário, já teria alertado ao presidente que, se Wajngarten não fez declarações oficiais corretamente sobre vínculo com empresa, o único caminho, segundo ele, é que peça para deixar o governo. Contudo, oficialmente, a saída de Wajngarten do governo não é cogitada. 

A reunião do presidente ocorre após o jornal "Folha de S.Paulo" revelar que a empresa da qual o secretário é sócio tem contratos em vigor com emissoras de televisão e agências de publicidade que recebem verbas do governo federal. O objetivo é debater se uma eventual saída da empresa seria o suficiente para mantê-lo no cargo.

O presidente pediu para Wajngarten apresentar todos os documentos relativos à empresa. Além do próprio secretário, devem participar da reunião alguns dos principais auxiliares do presidente, como os ministros Jorge Oliveira, da Secretaria-Geral e Luiz Eduardo Ramos, da Secretaria de Governo, pasta à qual a Secom é subordinada. Após a publicação da reportagem, Ramos defendeu Wajngarten em uma publicação no Twitter, dizendo confiar em seu trabalho.

Nesta sexta-feira (17) o Ministério Público junto ao Tribunal de Contas da União (TCU) vai acionar a Corte com uma representação pedindo que a distribuição de verbas de publicidade do governo federal obedeça a critérios técnicos. A representação vai pedir uma medida cautelar, ou seja, de cumprimento imediato. Caso seja aceita pelo Tribunal, a regra terá validade para toda a administração federal. 

A Secom afirmou através de nota divulgada para defender o secretário, que "a lei determina que ao ocupante de cargo público basta se afastar da administração, da gestão da empresa em que é acionista para poder exercer a função para qual foi nomeado" e classificou a reportagem de "mentira absurda" e "ilação leviana".

A “Folha de S. Paulo” mostrou que Wajngarten, mesmo depois de assumir a Secom, permaneceu com 95% das cotas da FW Comunicação e Marketing. A empresa recebeu, no ano passado, R$ 9.046 mensais da Band (aproximadamente R$ 109 mil por ano) por serviços que incluem estudos sobre anunciantes do mercado e a checagem se peças publicitárias foram de fato veiculadas. Do dia em que Wajngarten assumiu a função até o fim do ano de 2019, a Band recebeu do governo federal 12,1% da verba de publicidade destinada às emissoras abertas, de acordo com a reportagem. No ano anterior, a fatia havia sido de 9,8%. A emissora foi procurada pela reportagem que não obteve resposta.

A empresa do titular da Secom também recebeu R$ 4.500 por mês da Propeg, agência de publicidade que tem contrato com a Caixa Econômica Federal. Ainda segundo o jornal, a FW Comunicação e Marketing foi paga por outras duas agências contratadas pelo banco: a Artplan e a Nova/SB. Em agosto do ano passado, Wajngarten prorrogou por mais um ano o contrato da Secom com a Artplan. O acordo inclui outras duas agências e está orçado em R$ 127,3 milhões.


 

Comentários

Outras Notícias

[Queiroz depositou 21 cheques, que totalizam R$ 72 mil, na conta de Michelle Bolsonaro]
Política

Queiroz depositou 21 cheques, que totalizam R$ 72 mil, na conta de Michelle Bolsonaro

07 de Agosto de 2020

Extratos bancários derrubam versão de que o ex-assessor estava pagando um empréstimo

[Pesquisa de intenção de votos aponta liderança de Bolsonaro no 1º turno de eleição]
Política

Pesquisa de intenção de votos aponta liderança de Bolsonaro no 1º turno de eleição

07 de Agosto de 2020

Fernando Haddad aparece em segundo lugar, com 24% de diferença

[Marcell Moraes afirma que vai eleger a irmã Marcelle como vereadora mais votada do DEM
Política

Marcell Moraes afirma que vai eleger a irmã Marcelle como vereadora mais votada do DEM "doa a quem doer"

07 de Agosto de 2020

Deputado afirmou que vai eleger a irmã nem que para isso um vereador do DEM tenha que ficar de fora

[Bruno Reis lidera intenções de votos para prefeitura de Salvador e Major Denice dispara:
Política

Bruno Reis lidera intenções de votos para prefeitura de Salvador e Major Denice dispara: "campanha não teve início"

05 de Agosto de 2020

Candidata do PT amargou 4% dos votos na pesquisa estimulada

[Presidente da Câmara de Vereadores de Mutuípe denuncia funcionária fantasma na prefeitura]
Política

Presidente da Câmara de Vereadores de Mutuípe denuncia funcionária fantasma na prefeitura

05 de Agosto de 2020

De acordo com relato, “ninguém nunca viu” servidora que recebe salário desde 2017

[João Bahia aparece na dianteira e deixa atual prefeito de Amélia Rodrigues para trás em pesquisa eleitoral]
Política

João Bahia aparece na dianteira e deixa atual prefeito de Amélia Rodrigues para trás em pesquisa eleitoral

05 de Agosto de 2020

Prefeito Paulo Falcão aparece com o maior índice de rejeição, segundo o levantamento

Galeria

[Barragem se rompe e inunda ruas da cidade de Coronel João Sá]

Barragem se rompe e inunda ruas da cidade de Coronel João Sá

11 de Julho de 2019

Ver todas as galerias

Vídeos

[Prefeito de Itabuna afirma que reabertura do comércio vai acontecer “morra quem morrer”]

Prefeito de Itabuna afirma que reabertura do comércio vai acontecer “morra quem morrer”

03 de Julho de 2020

Ver todos os vídeos