Justiça

STF julga na quarta-feira ações sobre bloqueio do WhatsApp

18 de Maio de 2020 às 07h52 - Por: Agência Brasil Foto: Marcelo Camargo // Agência Brasil
[STF julga na quarta-feira ações sobre bloqueio do WhatsApp]

As contas são de usuários investigados por diversos crimes

O Supremo Tribunal Federal (STF) deve julgar na quarta-feira (20) duas ações que contestam a validade de decisões judiciais que determinaram o bloqueio do aplicativo WhatsApp em todo o país. A decisão da Corte deverá esclarecer se a Justiça pode impedir o funcionamento temporário do aplicativo devido à recusa de entrega de informações de usuários investigados por diversos crimes.

Em todo o país, magistrados determinam a quebra de sigilo de usuários que são investigados e obrigam o Facebook, que é proprietário do aplicativo, a repassar os dados das conversas com outros usuários à Justiça. No entanto, o aplicativo alega que não pode cumprir a decisão porque as mensagens são criptografadas de ponta-a-ponta, ou seja, não podem ser interceptadas por terceiros e não ficam armazenadas nos sistemas da empresa.

Ao receber a resposta negativa do WhatsApp, os juízes acabam determinado o bloqueio do aplicativo, deixando milhões de pessoas sem conexão. As decisões são amparadas no Marco Civil da Internet, aprovado em 2014. Em um dos artigos, a norma obriga o provador responsável a disponibilizar os dados após a decisão judicial.

O Ministério Público e a polícia argumentam que o aplicativo é usado para a prática de crimes e os ilícitos devem ser impedidos.

As ações que serão julgadas foram protocoladas em 2016 pelo partidos Cidadania e PL. As legendas sustentam que o aplicativo funciona como um meio de comunicação e não pode ser interrompido para todos os usuários. Os processos são relatados pela ministra Rosa Weber e pelo ministro Edson Fachin.

Comentários

Outras Notícias

[Após 3 meses foragida, mulher de Queiroz se apresenta para cumprir prisão domiciliar]
Justiça

Após 3 meses foragida, mulher de Queiroz se apresenta para cumprir prisão domiciliar

11 de Julho de 2020

Ex-assessor de Flávio Bolsonaro deixou presídio na noite desta sexta-feira (10)

[Justiça indefere recurso de Ronaldinho e brasileiro segue em prisão domiciliar no Paraguai]
Justiça

Justiça indefere recurso de Ronaldinho e brasileiro segue em prisão domiciliar no Paraguai

11 de Julho de 2020

Jogador foi detido após tentar entrar no país utilizando documentos falsos

[Queiroz deixa presídio no Rio de Janeiro]
Justiça

Queiroz deixa presídio no Rio de Janeiro

11 de Julho de 2020

Administração Penitenciária aguarda presença de esposa do ex-assessor

[Justiça de SP determina que Uber pague férias anuais e 13° salário a motorista]
Justiça

Justiça de SP determina que Uber pague férias anuais e 13° salário a motorista

10 de Julho de 2020

Motorista solicita o valor de R$ 61.838,82 em direitos não pagos pela Uber

[TCM alerta sobre falta de transparência com gastos no combate à Covid-19]
Justiça

TCM alerta sobre falta de transparência com gastos no combate à Covid-19

10 de Julho de 2020

Apenas 4% do total de prefeituras têm cumprido plenamente o dever de informar sobre gastos contra pandemia

[Tribunal de Justiça da Bahia indefere novo pedido do MP contra a Coelba ]
Justiça

Tribunal de Justiça da Bahia indefere novo pedido do MP contra a Coelba

10 de Julho de 2020

Decisão foi proferida pelo TJBA

Galeria

[Barragem se rompe e inunda ruas da cidade de Coronel João Sá]

Barragem se rompe e inunda ruas da cidade de Coronel João Sá

11 de Julho de 2019

Ver todas as galerias

Vídeos

[Prefeito de Itabuna afirma que reabertura do comércio vai acontecer “morra quem morrer”]

Prefeito de Itabuna afirma que reabertura do comércio vai acontecer “morra quem morrer”

03 de Julho de 2020

Ver todos os vídeos